Sodomia

O que é “Sodomia”?

Sodomia é considerado como um termo de origem religiosa ao qual se refere a alguns comportamentos sexuais. Além disso, de acordo com a história, esse termo é usado para descrever o ato do sexo anal entre homens e também outras práticas sexuais.

Sodomia
Sodomia

Significado de sodomia

A expressão “sodomia” normalmente faz referência ao sexo anal praticado por homossexuais ou heterossexuais, porém, esse termo também pode fazer menção ao sexo realizado entre anjos e humanos ou a inospitalidade de alguém.

Origem da palavra sodomia

“Sodomia” originou-se a partir da denominação do povoado de Sodoma, a qual é citada, juntamente com a cidade de Gomorra, em um trecho bíblico, que narra a destruição de ambos os povoados.

Sodoma e Gomorra

Conforme a Bíblia, Sodoma e Gomorra, duas cidades antiga, teriam sido destruídas por Deus, que fez chover fogo e enxofre, aniquilando os habitantes e as estruturas os povoados. Isto teria acontecido porque os habitantes de Sodoma, Gomorra e das cidades vizinhas praticavam terríveis pecados perante os olhos de Deus.

Segundo a história bíblica, dois anjos mensageiros de Deus teriam avisado a Abraão – que morava em Sodoma, tal como seu sobrinho Ló – que os pecados dos povos da cidade apenas se agravavam e que tudo aquilo era insustentável.

Abraão então pediu clemência a Deus que, por fim, concedeu outra chance à população de Sodoma; Ele disse que, caso houvesse dez imaculados na cidade, ela não seria destruída.

Deus teria enviado, então, dois anjos para averiguar o povoado, os quais se hospedaram na casa de Ló. Após o banquete que foi servido, antes que os anjos pudessem se deitar, todos os homens de Sodoma teriam cercado a casa de Ló e exigido que ele trouxesse os visitantes para fora da moradia.

Há duas principais interpretações quanto ao motivo da população de Sodoma ter exigido isto. A primeira defende que os habitantes da cidade queriam maltratar os anjos, enquanto a segunda alega que a população pretendia estuprar coletivamente os visitantes.

Ló então pediu que eles não cometessem nenhuma perversidade contra os dois homens enquanto eles estivessem em sua casa e até ofereceu suas duas filhas para a multidão, que recusou e tentou invadir a casa de Ló.

Os anjos então cegaram todos os que se encontravam à porta de Ló e retiraram o hospitaleiro, juntamente com sua família, da casa e mandaram-nos seguir sempre na mesma direção, sem que olhassem para trás. Após isto, a destruição de Sodoma e de suas cidades vizinhas iniciou-se.

Sodomia na Bíblia

“Sodomia”, na Bíblia, era o termo utilizado para designar os atos imorais praticados pelos habitantes de Sodoma, os quais, segundo as interpretações dos trechos bíblicos, consistiam em perversões sexuais e em práticas sádicas com os visitantes.

Confira também:

120 dias de Sodoma

Há um livro e um filme que levam esse nome; veja os resumos de ambos a seguir.

O livro

“120 dias de Sodoma” é uma das denominações do livro “Escola do Libertinismo”, o qual foi escrito pelo francês Marquês de Sade, em 1785. O enredo narra a história de quatro homens que decidiram experimentar as máximas do prazer sexual.

Eles resolveram, então, se confinar, juntamente a quarenta e seis vítimas e quatro cafetinas. As cafetinas tinham a função de contar suas histórias sexuais para que elas servissem de inspiração aos homens, os quais, motivados pelas aventuras narradas, passaram a torturar e a abusar sexualmente das vítimas. O livro termina com o assassinato das pessoas confinadas.

O filme:

O filme foi inspirado no livro citado anteriormente e, semelhante a ele, narra o sequestro de dezesseis pessoas por quatro homens fascistas, os quais passam a abusar dos jovens sequestrados. O filme tem o intuito de criticar o fascismo, o nazismo, a religião e o sexo libertino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *