Poligamia

O que é “poligamia”?

O termo “poligamia” designa seres vivos que se relacionam sexualmente com mais de um indivíduo da mesma espécie, o que consiste no caso de quase todos os animais, salvo algumas espécies.

O que significa “poligamia”
O que significa “poligamia”

Poligamia Significado

“Poligamia” é uma palavra derivada do grego, a qual significa “muitos matrimônios”. Essa expressão é normalmente utilizada para fazer referência a relações poligâmicas entre os humanos, já que a poligamia ainda é aceita legalmente em muitas nações.

Monogamia e poligamia

Monogamia” representa o contrário de “poligamia”, isto é, quando um indivíduo se relaciona apenas com uma pessoa da mesma espécie. Essa expressão também vem do grego e significa “apenas um casamento”.

Tipos de monogamia

A monogamia humana pode ser classificada em algumas categorias; as principais são:

  • Monogamia civil: ocorre quando uma é casada legalmente apenas com um indivíduo e vice-versa, possuindo reciprocidade na relação;
  • Monogamia social: ocorre quando duas pessoas subsistem juntas, compartilhando a moradia, as responsabilidades e os alimentos. Essa monogamia não exige o cumprimento das demais; por exemplo: um indivíduo pode estabelecer com alguém uma monogamia social, enquanto pratica a poligamia sexual;
  • Monogamia sexual: ocorre quando os dois indivíduos de uma relação não têm outros parceiros sexuais.

Sinônimos de poligamia

Os principais sinônimos de poligamia são:

  • Bacanal;
  • Pluralidade de cônjuges;
  • Diversidade de cônjuges.

Antônimos de poligamia

Os antônimos mais relevantes de poligamia são:

  • Unigamia;
  • Monogamia;
  • Unicidade de cônjuge.

Prática da poligamia

A poligamia entre os humanos remota de milênios, já que até mesmo a Bíblia cita casos de relações poligâmicas. Esse hábito foi incorporado há séculos em muitas das culturas existentes; em algumas, inclusive, ele persiste até hoje.

Inicialmente, a poligamia era praticada por conta da discrepância entre a quantidade de homens e mulheres, já que estas eram bem mais numerosas, principalmente pelo fato de apenas os homens serem convocados às guerras.

Na Bíblia, há vários exemplos de poligamia, os quais envolvem importantes personagens dos acontecimentos cristãos, tais como Davi, Abraão, Jacó, Salomão, entre outros; Salomão, por exemplo, teria tido 700 esposas, além de outras relações que ele mantinha. Entretanto, atualmente a poligamia é proibida pelo cristianismo, principalmente por conta das interpretações do segundo testamento.

Já entre os muçulmanos, a poligamia continua sendo aceita e incentivada. O Alcorão conta que o próprio profeta Maomé teve diversos casamentos concomitantemente. Porém, um homem pode ter apenas a quantidade de esposas com a qual ele é capaz de lidar; além disto, esse número não pode ultrapassar o de quatro mulheres.

Poligamia no mundo

Contemporaneamente, a poligamia é legalizada em mais de cinquenta países, além de ser aceitável culturalmente em diversos outros.

Quase todos os países da África, por exemplo, aceitam a poligamia, seja apenas culturalmente ou também politicamente. Outros exemplos de Estados que também consentem com esse costume são o Iémen e a Arábia Saudita.

Poligamia no Brasil

A poligamia no Brasil, de acordo com o Código Penal, é ilegal, estando seus praticantes suscetíveis à penalidade de três a seis anos de prisão. Além disto, não é apenas o polígamo ou bígamo que está vulnerável à penalização, mas também o indivíduo que se casa com uma pessoa já casada tendo consciência disto.

Entretanto, essa restrição é apenas para casamentos legalizados; um homem e uma mulher podem ter mais de um cônjuge, desde que apenas uma dessas relações seja legalizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *