Sodomia

O que é “Sodomia”?

Sodomia é considerado como um termo de origem religiosa ao qual se refere a alguns comportamentos sexuais. Além disso, de acordo com a história, esse termo é usado para descrever o ato do sexo anal entre homens e também outras práticas sexuais.

Sodomia
Sodomia

Significado de sodomia

A expressão “sodomia” normalmente faz referência ao sexo anal praticado por homossexuais ou heterossexuais, porém, esse termo também pode fazer menção ao sexo realizado entre anjos e humanos ou a inospitalidade de alguém.

Origem da palavra sodomia

“Sodomia” originou-se a partir da denominação do povoado de Sodoma, a qual é citada, juntamente com a cidade de Gomorra, em um trecho bíblico, que narra a destruição de ambos os povoados.

Sodoma e Gomorra

Conforme a Bíblia, Sodoma e Gomorra, duas cidades antiga, teriam sido destruídas por Deus, que fez chover fogo e enxofre, aniquilando os habitantes e as estruturas os povoados. Isto teria acontecido porque os habitantes de Sodoma, Gomorra e das cidades vizinhas praticavam terríveis pecados perante os olhos de Deus.

Segundo a história bíblica, dois anjos mensageiros de Deus teriam avisado a Abraão – que morava em Sodoma, tal como seu sobrinho Ló – que os pecados dos povos da cidade apenas se agravavam e que tudo aquilo era insustentável.

Abraão então pediu clemência a Deus que, por fim, concedeu outra chance à população de Sodoma; Ele disse que, caso houvesse dez imaculados na cidade, ela não seria destruída.

Deus teria enviado, então, dois anjos para averiguar o povoado, os quais se hospedaram na casa de Ló. Após o banquete que foi servido, antes que os anjos pudessem se deitar, todos os homens de Sodoma teriam cercado a casa de Ló e exigido que ele trouxesse os visitantes para fora da moradia.

Há duas principais interpretações quanto ao motivo da população de Sodoma ter exigido isto. A primeira defende que os habitantes da cidade queriam maltratar os anjos, enquanto a segunda alega que a população pretendia estuprar coletivamente os visitantes.

Ló então pediu que eles não cometessem nenhuma perversidade contra os dois homens enquanto eles estivessem em sua casa e até ofereceu suas duas filhas para a multidão, que recusou e tentou invadir a casa de Ló.

Os anjos então cegaram todos os que se encontravam à porta de Ló e retiraram o hospitaleiro, juntamente com sua família, da casa e mandaram-nos seguir sempre na mesma direção, sem que olhassem para trás. Após isto, a destruição de Sodoma e de suas cidades vizinhas iniciou-se.

Sodomia na Bíblia

“Sodomia”, na Bíblia, era o termo utilizado para designar os atos imorais praticados pelos habitantes de Sodoma, os quais, segundo as interpretações dos trechos bíblicos, consistiam em perversões sexuais e em práticas sádicas com os visitantes.

Confira também:

120 dias de Sodoma

Há um livro e um filme que levam esse nome; veja os resumos de ambos a seguir.

O livro

“120 dias de Sodoma” é uma das denominações do livro “Escola do Libertinismo”, o qual foi escrito pelo francês Marquês de Sade, em 1785. O enredo narra a história de quatro homens que decidiram experimentar as máximas do prazer sexual.

Eles resolveram, então, se confinar, juntamente a quarenta e seis vítimas e quatro cafetinas. As cafetinas tinham a função de contar suas histórias sexuais para que elas servissem de inspiração aos homens, os quais, motivados pelas aventuras narradas, passaram a torturar e a abusar sexualmente das vítimas. O livro termina com o assassinato das pessoas confinadas.

O filme:

O filme foi inspirado no livro citado anteriormente e, semelhante a ele, narra o sequestro de dezesseis pessoas por quatro homens fascistas, os quais passam a abusar dos jovens sequestrados. O filme tem o intuito de criticar o fascismo, o nazismo, a religião e o sexo libertino.

Peculiar

O que é peculiar?

O português é uma língua derivada do latim que possui diversos dialetos, os quais ultrapassam a quantidade de quinhentos mil. Por serem muitas palavras, é fato que algumas são mais disseminadas que outras, como é o caso da expressão “peculiar”.

O que Significa “Peculiar”
O que Significa “Peculiar”

Significado de “peculiar”

A palavra “peculiar” é normalmente utilizada com o objetivo de indicar algo, certa característica ou mania, por exemplo, que seja próprio de determinada pessoa. Essa palavra pode também expressar excentricidade ou ainda ter um teor pejorativo e ser utilizada para designar algo estranho.

Origem de peculiar

A palavra “peculiar” deriva do latim – como quase todos os dialetos da língua portuguesa –, especificamente da palavra peculiaris, a qual exprime a tipicidade de algo.

Além da palavra peculiar, surgiram outros termos do latim, como a palavra “detrimento“, “caput“, “logradouro“, entre diversas outras palavras.

Originalmente, a expressão era empregada com o intuito de referir-se a propriedades privadas ou a rebanhos; entretanto, caiu em desuso utilizar “peculiar” para tais designações.

Sinônimos de peculiar

Os principais sinônimos dessa palavra são:

  • Extraordinário;
  • Inconfundível;
  • Característico;
  • Excepcional;
  • Excêntrico;
  • Pertinente;
  • Particular;
  • Diferente;
  • Genuíno;
  • Singular;
  • Especial;
  • Original;
  • Próprio;
  • Inédito;
  • Único;
  • Curial;
  • Ímpar.

Antônimos de peculiar

Os principais antônimos dessa expressão são:

  • Costumeiro;
  • Corriqueiro;
  • Genérico;
  • Corrente;
  • Habitual;
  • Regular;
  • Comum;
  • Normal;
  • Difuso;
  • Trivial;
  • Típico;
  • Banal;
  • Usual;
  • Geral.

Peculiar – um adjetivo

O termo “peculiar” é um adjetivo primitivo restritivo que, tal como quaisquer adjetivos, pode sofrer variações de grau, de gênero e de número.

Adjetivos são palavras que caracterizam o substantivo, seja de forma pejorativa ou apreciativa; por caracterizarem o nome, esses termos devem concordar com o substantivo em todas as flexões.

  • Flexão de grau: indica a intensidade do adjetivo, utilizando expressões como “muito” e “pouco”;
  • Flexão de gênero: promove a concordância entre os gêneros do adjetivo e do substantivo; se o nome for masculino, por exemplo, o adjetivo deve ser masculinizado;
  • Flexão de número: promove a concordância entre os números do nome e do adjetivo; se o substantivo estiver no plural, por exemplo, o adjetivo deve ser pluralizado.

Exemplos de frases com o termo peculiar

Como detalhado, esse termo pode ser utilizado em distintas situações. Veja, a seguir, alguns exemplos de como aplicar essa expressão no cotidiano.

  • “Rafael tem peculiares hábitos, como o de sempre ler o livro no qual foi inspirado determinado filme antes de assisti-lo de fato”;
  • “Carla tem a peculiar mania de sempre comer a sobremesa antes do prato principal”;
  • “André é sempre muito peculiar quando se encontra em locais desconhecidos, evitando quaisquer contatos visuais”.

O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares

A palavra peculiar tornou-se mais popular, principalmente no Brasil, após ser utilizada no nome do filme “O orfanato da Srta. Peregrina para crianças peculiares”, o qual foi dirigido pelo cineasta norte-americano Tim Burton.

O filme baseia-se em um livro de mesmo nome e narra a história do Jacob, um adolescente que viajou até o País de Gales, seguindo pistas deixadas por seu avô, que morreu de forma misteriosa.

Durante o desenvolvimento do enredo, Jacob descobre: que as crianças peculiares, que ele pensava serem invenções de seu avô, realmente existem; que ele também é peculiar; como e por quem seu avô foi assassinado. O filme, tal como o livro, terá continuações.

Andrógeno

Andrógeno – O que determina o desenvolvimento dos órgãos genitais e dos aspectos masculinos ou femininos em um ser humano é apenas um gene – segmento de DNA –, o qual promove uma sucessão de reações metabólicas e sínteses de substâncias que diferirão sexualmente um homem de uma mulher.

Alguns desses compostos que determinarão os órgãos reprodutivos de um indivíduo são os hormônios sexuais, os quais podem ser denominados de andrógenos.

A testosterona, por exemplo, é um andrógeno encontrado em ambos os gêneros, porém, em maior quantidade nos homens, o que determina o desenvolvimento de diversas características deles, tais como o surgimento de barba.

Andrógeno
Andrógeno

Significado de andrógeno

Os andrógenos, que foram descobertos pelos cientistas ainda no século XX, em 1936, são quaisquer substâncias, desde esteroides a hormônios, que sejam responsáveis pelo desenvolvimento das características masculinas.

 

Veja significados:

Origem da palavra andrógeno

Essa expressão tem sua origem no grego, idioma europeu. A palavra é formada pela junção dos sufixos andro e gen; o primeiro termo equivale a homem, enquanto o segundo significa gerar, portanto, a palavra “andrógeno” equivale à expressão “o que gera o homem”.

Sinônimos de andrógeno

Como já explicitado, os andrógenos compreendem quaisquer compostos que estimulem o desenvolvimento dos aspectos masculinos, logo, são diferentes os tipos de substâncias que podem ser utilizadas como sinônimo desse termo, tais como hormônios e esteroides. Entretanto, deve-se ter cuidado ao fazer uso de tais expressões, já que não são todos os seus exemplos que podem ser classificados como andrógenos.

Antônimo de andrógeno

A expressão “estrógeno” é comumente utilizada como sinônimo de “andrógeno”, já que essa palavra engloba diversas substâncias, tais como o estradiol e a estrona, que são responsáveis pelo desenvolvimento de muitas das características femininas.

Tipos de andrógenos

Existem vários tipos de andrógenos, os quais podem ser sintéticos ou naturais; os principais são:

  • Testosterona;
  • Androsterona:

O androsterona tem função semelhante à exercida pela testosterona; ele influencia o desenvolvimento de características masculinas, entretanto, é bem menos potente que o hormônio em si. Esse esteroide é encontrado na corrente sanguínea de homens e de mulheres, em quantidades semelhantes nos dois.

Androstenediona

A androstenediona é produzida pelos ovários e pelos testículos e é fundamental ao adequado funcionamento do organismo de mulheres e de homens, já que ele atua na síntese de importantes compostos.

Por exemplo: além de ser o antecessor da testosterona, esse esteroide participa da estrutura precursora da estrona – hormônio feminino secretado pelos ovários.

Exemplos de uso em uma frase

A palavra “andrógeno” é utilizada principalmente no meio científico; veja dois exemplos nos quais a expressão é aplicada:

“Muitos andrógenos são precursores dos hormônios femininos”;

“Atualmente, a testosterona é muito utilizada na produção de suplementos; entretanto, deve-se ter cuidado ao consumi-los, já que esse andrógeno é extremamente prejudicial quando em grandes quantidades do organismo.”.

Andrógeno x Andrógino

As expressões “andrógeno” e andrógino” são comumente consideradas sinônimos, apesar de representarem circunstâncias totalmente distintas. A segunda palavra faz referência ao hermafroditismo, isto é, quando um animal apresenta características femininas e masculinas.

Andrógino é utilizado também para fazer referência ao hibridismo psicológico. Por exemplo: uma pessoa que tem apenas características masculinas, mas que não se identifica como homem, nem como mulher, apresenta um hibridismo mental.

Detrimento

“Detrimento” – O latim originou-se no continente europeu, especificamente na região que atualmente é tida como a Itália, e popularizou-se rapidamente por ser a língua oficial do Império Romano – regência autocrática da antiga civilização romana, cujo líder era um imperador.

Além de ser considerado um dos grandes idiomas indo-europeus, o latim originou diversas outras línguas contemporâneas, como o português e o espanhol. Das expressões pertencentes a esse idioma em desuso surgiu, portanto, diversos dos dialetos pertencentes às línguas utilizadas na atualidade, como a expressão “detrimento”.

“Detrimento”
“Detrimento”

Significado de “detrimento”

Essa palavra é utilizada com o intuito de indicar algo que sofreu algum prejuízo ou desvantagem. Seu uso é feito, comumente, na forma da locução “em detrimento de”, a qual é aplicada com o objetivo de designar oposição a algo, como na frase “Cássia comprou o novo livro de ‘As crônicas de gelo e fogo’ em detrimento do filme recém-lançado da Jennifer Aniston”.

Veja também outros significados:

Locução “em detrimento de”

Na gramática da língua portuguesa existem as locuções, as quais podem ser classificadas como locução verbal, locução adjetiva, locução adverbial, locução conjuntiva ou locução prepositiva.

Essas expressões são caracterizadas por serem compostas por duas ou mais palavras que, quando juntas, são normalmente consideradas como sinônimo de algum dialeto.

Na locução “em detrimento de” temos um exemplo de uma locução prepositiva, a qual poderia ser substituída pela palavra “desvantagem” ou ainda por outra locução de mesma classificação, como “em vez de”.

“Em detrimento de” e “em prol de”

Há muitas confusões quanto ao significado das expressões “em detrimento de” e “em prol de”, já que são muitos os que acreditam que a primeira equivale à segunda.

Entretanto, essas locuções são antônimas, já que a primeira remete à perda ou à contrariedade, ao passo que a segunda faz referência a algum benefício ou favor prestado.

Origem da palavra detrimento

Como já explicitado, essa expressão originou-se do latim, especificamente do dialeto detrimentum, o qual designa algo que se desgastou devido à fricção com algum outro objeto.

Sinônimos de detrimento

Dentre os sinônimos da expressão “detrimento”, os prevalecentes são:

  • Desvantagem;
  • Desprezo;
  • Malefício;
  • Prejuízo;
  • Estrago;
  • Quebra;
  • Agravo;
  • Rombo;
  • Perda;
  • Dano.

Antônimos de detrimento

Os principais antônimos de “detrimento” são:

  • Reconstituição;
  • Recuperação;
  • Manutenção;
  • Reparação;
  • Vantagem;
  • Aquisição;
  • Benefício;
  • Interesse;
  • Proveito;
  • Prêmio;
  • Ganho;
  • Apreço;
  • Lucro.

Exemplos de frases

A palavra “detrimento” e, principalmente, a locução prepositiva “em detrimento de” pode ser utilizada em muitos contextos; veja, a seguir, cinco exemplos de como aplicar as expressões.

  • 1º exemplo: “Kátia, visando à estabilidade financeira, optou por consolidar sua carreira profissional em detrimento de ter um relacionamento amoroso”.
  • 2º exemplo: “Quatro amigos, Henrique, Gustavo, Patrícia e Joana, planejaram-se com antecedência para viajar a Los Angeles; entretanto, Patrícia preferiu permanecer em casa em detrimento de viajar, por conta de problemas familiares”.
  • 3º exemplo: “Foi instituído o capitalismo como doutrina econômica em detrimento de um sistema mais justo e igualitário, devido à grande ambição do ser humano pelo dinheiro”.
  • 4º exemplo: “Juliana tirou uma nota muito baixa na prova de geometria; isto se deve ao fato dela ter preferido passar o dia anterior à prova assistindo filmes em detrimento de estudar para a avaliação”.
  • 5º exemplo: “O prefeito eleito está em detrimento com a população, já que o mesmo foi acusado de desviar grande parte do erário público”.

Monogamia

Monogamia e Poligamia – Os humanos, diferentemente dos demais animais, são os únicos seres racionais, isto é, que conseguem desenvolver logicamente uma série de pensamentos e correlacioná-los. Por sermos regidos pela razão, há distintas características que determinam o nosso modo de agir; dentre elas, duas das mais relevantes são os conceitos éticos e morais.

A moral refere-se às normas impostas pela sociedade como substanciais a um bom convívio social e que devem, portanto, ser acatadas, em sua maioria, por todos os componentes da comunidade, enquanto a ética remete às ações individuais de um ser humano ante suas convicções pessoais.

São diversas as ideologias que utilizam as duas definições anteriormente citadas como alicerce. Pode-se citar, por exemplo, o conceito de monogamia, o qual utiliza principalmente a moral para sua fundamentação.

Monogamia
Monogamia

Significado de monogamia

São várias as subcategorias de monogamia, cada qual com suas especificações. Porém, de maneira geral, o termo remete ao fato de um ser possuir apenas um único parceiro, o qual pode englobar todo um conjunto de deveres ou ser apenas sexual.

Monogamia e poligamia

A poligamia, diferentemente da monogamia, consiste na relação com diferentes indivíduos. Essa expressão é derivada do grego e, etimologicamente, significa vários casamentos. Um exemplo de poligamia seria uma mulher que possui dois ou mais parceiros sexuais e vice-versa.

Poligamia
Poligamia

Apesar da poligamia civil no Brasil ser considerada ilegal, há diversos outros países que incorporam esse hábito a seus costumes, como é o caso de diversas nações africanas.

Poliginia e Poliandria

Apesar dessas duas expressões serem comumente consideradas como sinônimos de poligamia, elas possuem diferentes descrições. A primeira caracteriza aquelas relações na qual o macho relaciona-se como diversas fêmeas, enquanto cada fêmea acasala-se apenas com um macho. Já a segunda expressão representa exatamente o contrário da descrição anterior.

Sinônimos de monogamia

Os principais sinônimos que podem ser aplicados à monogamia social, a mais relevante dentro da sociedade humana, são:

  • Permanente;
  • Imperecível;
  • Persistente;
  • Perdurável;
  • Constante;
  • Confiável;
  • Devotado;
  • Estável;
  • Fiel.

Antônimos de monogamia

Os antônimos prevalecentes de monogamia, os quais se aplicam predominantemente à social, são:

  • Desconfiável;
  • Traiçoeiro;
  • Insincero;
  • Insidioso;
  • Farsante;
  • Desleal;
  • Indigno;
  • Pérfido;
  • Traidor;
  • Infiel.

Tipos de monogamia

Os tipos existentes de monogamia são quatro, a genética, a sexual, a social e a civil. Veja, logo em seguida, cada uma delas detalhadas.

  • Monogamia genética:

A monogamia genética é caracterizada por aqueles casais que trocam o material genético apenas entre si. Por exemplo: quando uma fêmea tem crias apenas com determinado macho e vice-versa.

  • Monogamia sexual:

A monogamia sexual ocorre quando dois parceiros têm relações sexuais apenas entre eles. A maioria dos animais não é adepta a esse tipo de monogamia, isto é, eles costumam acasalar-se com diferentes parceiros durante sua vida. Entretanto, há exceções, como os pinguins, os cisnes e os lobos, os quais normalmente têm apenas um parceiro sexual em sua vida.

  • Monogamia social:

A monogamia social é quando dois indivíduos vivem juntos e compartilham responsabilidades, tais como cuidar dos filhos, compartilhar a comida e dividir a moradia.

Essa monogamia, entretanto, não exige a sexual. Além dos seres humanos, há diversos outros animais que adotam a monogamia social, os quais continuam se relacionando sexualmente com outros semelhantes, apesar de viverem com apenas um parceiro.

  • Monogamia civil:

Esse tipo de monogamia é caracterizado pelo casamento entre duas pessoas. No Brasil, apesar do adultério não ser tido como crime, permanecer casado no civil com mais de uma pessoa simultaneamente pode ser punível com detenção.

Saiba também o que significa:

Padawan

Padawans – As séries televisivas, literárias e cinematográficas são de grande apreço do público, principalmente por permitirem às pessoas uma interação prolongada e intima com os personagens, o que normalmente não ocorre de forma profunda com histórias descritas em apenas um livro ou um filme.

Dentre as principais séries atualmente existentes, há algumas que são mais relevantes, tais como A Song of Ice and Fire (As Crônicas de Fogo e Gelo, saga literária mais conhecida pela sua adaptação televisiva “Game of Thrones”), Star Wars (Guerra nas Estrelas), The Lord of the Rings (O Senhor dos Anéis), Hunger Games (Jogos Vorazes), Harry Potter e Friends (Amigos).

Muitas dessas séries, principalmente aquelas que têm um enredo fantasioso, possuem seus próprios dialetos, elaborados especificamente para aquela determinada produção. Este é o caso da expressão “Padawan”, a qual faz parte do vocabulário próprio da saga Star Wars. Veja, a seguir, o significado dessa expressão e como ela é aplicada no universo da série.

Padawans
Padawans

Significado de padawan

O termo “padawan” designa, na série de filmes Star Wars, as crianças que estão em treinamento para se tornarem Cavaleiros Jedi – esses cavaleiros são defensores da República Galáctica, a união que comandava a Galáxia.

Saiba também sobre:

Características dos padawans

As crianças precisam ser selecionadas até os 13 anos de idade, por um Mestre ou um Cavaleiro Jedi, para que elas possam se tornar um padawan, já que o treinamento precisa ser iniciado o mais cedo possível. Às crianças que não são escolhidas, são designadas tarefas inferiores.

É dever de um padawan sempre estar próximo de seu treinador e ajudá-lo no que for necessário. Além disto, para subir de nível, o treinando tem que passar por rigorosos exames.

Ademais, outro requisito para que os padawans tornem-se Cavaleiros é que eles aprendam a lidar com as emoções e com os pensamentos, controlando-os. Também é parte da preparação aprender a focalizar na conquista da sabedoria por meio da meditação, além de ser imprescindível a subordinação apenas à Força.

Além do mais, é substancial que os padawans entendam que quaisquer sentimentos, mesmo os bons, podem dificultar ou até mesmo impedir o cumprimento das obrigações que ele terá que desempenhar como Cavaleiro, logo, devido a isso, é importante que essas emoções sejam reprimidas.

Origem da palavra padawan

Como explicado, a expressão “padawan” pertence ao vocabulário próprio da série Star Wars. Há duas possíveis inspirações para a utilização dessa expressão.

A primeira seria a de que o criador da saga se apropriou da denominação de uma região da Malásia, cujo nome é Padawan. Já a segunda na segunda teoria, George teria se inspirado no Sânscrito – antigo idioma do Norte da Índia – para a elaboração do dialeto.

Franquia Star Wars

A série foi criada pelo norte-americano George Lucas, um cineasta, e teve seu primeiro filme lançado no ano de 1977. A saga tem um enredo fantasioso e rapidamente tornou-se extremamente aclamada, principalmente entre os geeks.

Até o momento, a franquia é composta por 09 filmes lançados, sendo que há mais dois confirmados, cujos lançamentos estão previstos para o final do ano de 2017 e para o início do ano de 2018.

Star Wars
Star Wars

Status quo

“Status quo” – O latim, que surgiu na Itália, foi a língua oficial do maior império antigo, o Romano. Por ter tido grande relevância, diversos outros idiomas originaram-se do latim; portanto, é normal que vários dialetos dessa língua estejam presentes no nosso cotidiano.

A comunidade científica, por exemplo, considera apenas as nomenclaturas oficiais dos seres vivos, as quais devem ser, obrigatoriamente, escritas em latim. Ademais, além desta área, são vários os outros âmbitos que utilizam expressões do idioma, algo que apenas ressalta sua importância.

O português, o francês, o espanhol e o italiano são exemplos de línguas que foram diretamente oriundas do latim, as quais, portanto, são as mais influenciadas pelo idioma.

“Status quo”, por exemplo, é uma famigerada expressão derivada dessa língua, entretanto, apesar de popular, poucos sabem seu verdadeiro significado. Veja, a seguir, o que esse termo indica e como utilizá-la no cotidiano.

“Status quo”
“Status quo”

O que é status quo?

Status quo é usado para fazer referência à circunstância atual de determinada coisa, isto é, ao estado em que algo se encontra.

Origem do termo “status quo”

“Status quo” é oriundo da expressão “in statu quo res erant ante bellum” (no estado em que as coisas se encontravam antes da guerra), a qual era utilizada, principalmente, em situações diplomáticas.

Acredita-se que ambos os termos tenham começado a ser empregados nos últimos séculos, já que não há incidências dessas expressões nos antigos documentos escritos em latim.

Status quo ante

Essa expressão é normalmente utilizada no ramo jurídico para designar a necessidade de recuperar o equilíbrio de algo; veja, a seguir, como isso ocorre.

O princípio fundamental das normas sociais é a de que todos os indivíduos possuem o dever de não prejudicar ninguém; ao praticar o contrário, a pessoa torna-se punível de alguma forma, pois, por mais que não seja possível deletar o problema que foi causado, ele deve ser, na medida do possível, recompensado.

Suponhamos, então, que uma pessoa prejudicou outra ao difamá-la. O sujeito afetado tem, portanto, o direito de ter seu status quo ante recuperado ao máximo, isto é, ele pode reclamar a recompensação do agravo causado, seja por um pedido público de desculpas ou por uma indenização financeira.

Veja também o que significa:

Sinônimos de status quo

As palavras que são normalmente utilizadas como sinônimos da expressão “status quo” são:

  • Circunstância;
  • Conjuntura;
  • Condição;
  • Categoria;
  • Situação;
  • Estado

Exemplos de frases com status quo

Esse termo pode ser aplicado em diversos contextos; veja, a seguir, algumas frases nas quais essa expressão é aplicada:

  • “Para que possamos impulsionar o país economicamente, temos que, primeiramente, alterar o status quo da política”;
  • “Os Estados Unidos transformaram o status quo gerado pela crise de 2008 ao adotarem políticas neoliberais, o que funcionou, apesar de muito ter desagradado os norte-americanos”;
  • “Ao considerar o status quo da política brasileira, torna-se compreensível a recessão que o país enfrenta”;

Curiosidades sobre status quo

Uma curiosidade sobre essa expressão é a de que existe uma banda de rock, cujo nome é Status quo, a qual surgiu no ano de 1962 em Londres, na Inglaterra. A banda, até então em atividade, já lançou mais de 32 álbuns e ainda faz muito sucesso, principalmente no Reino Unido.

 

Carpe Diem

Carpe Diem

O que é Carpe Diem

São muitas as frases escritas em latim que estão incutidas na vida cotidiana das mais diversas nações, o que se deve ao fato desse idioma ter sido o oficial de grande parte da Europa antiga. Uma dessas afamadas expressões é o carpe diem, a qual foi citada pela primeira vez em um dos poemas de Horácio, filósofo e poeta romano.

Carpe Diem
Carpe Diem

Além do carpe diem, existem outras palavras de origem do latim que são usadas, como Caput, Meritocracia, Logradouro, entre outras.

O que Significa Carpe Diem

Bastante popular entre a população, a filosofia do “carpe diem” normalmente transmite a necessidade de se valorizar o presente e aquelas coisas verdadeiramente relevantes, que propiciarão uma vida que seja, de fato, prazerosa.

Porém, outro significado que “carpe diem” pode adquirir é o de que cada um está por si; essa acepção, que na atualidade é raramente utilizada, passou a ser empregada durante a queda do império romano, quando a população da época via cada dia como o último de sua vida.

Tradução de carpe diem

Em sua tradução literal, “carpe diem” equivale a “colha o dia”, que, no contexto do poema de Horácio, seria uma metáfora com o significado de “aproveitar o momento atual”.

Carpe diem nas tatuagens

Uma grande quantidade de pessoas já gravou ou deseja registrar alguma coisa, seja uma frase ou um desenho, de modo permanente na pele.

Inclusive, uma das frases mais adoradas para esse fim é a expressão “carpe diem”, o que se deve a mensagem positiva que ela transmite, sempre lembrando a pessoa de valorizar o presente.

Dentre os locais mais escolhidos para fazer esta tatuagem – que pode grafada de modo bastante diverso, dependendo do formato e do tamanho da letra –, os principais são os pulsos, o espaço entre as omoplatas e os ombros.

Carpe diem no cinema

Robin Williams – um dos mais consagrados atores norte-americanos – protagonizou, em “A Sociedade dos Poetas Motos”, uma célebre cena do cinema, a qual em muito auxiliou na disseminação da filosofia do “carpe diem”.

Ela ocorreu quando Keating – o protagonista do filme, que é um professor de literatura que luta contra o conservadorismo – pronunciou aos seus alunos: “Carpe, carpe diem; colham o dia, garotos; tornem suas vidas extraordinárias.”.

Carpe diem na música

Foram diversas as ocasiões nas quais “carpe diem” foi empregado no segmento musical; veja, logo abaixo, as duas dessas situações que mais se destacam.

A primeira seria quando a Metallica – banda norte-americana de heavy metal, que está em atividade desde 1981 – lançou, em 1991, a música Carpe diem Baby; publicada no álbum “Reload”, a canção incentiva que nós desfrutemos o máximo possível do presente, dos dias que estamos vivendo.

A outra situação relevante consiste na citação da ideologia do carpe diem na música “A Change of Seasons”, que contém até mesmo falas do filme “A Sociedade dos Poetas Mortos”; essa canção é pertencente ao álbum de mesmo título da banda norte-americana Dream Theater.

Outra curiosidade, não tão relevante ao cenário mundial como as anteriormente citadas, mas bastante significativa nacionalmente, constitui-se no fato da Catedral – banda brasileira de rock, formada em 1988, com uma produção que era voltada para o âmbito gospel – ter nomeado uma de suas músicas de carpe diem.

Marrenta

O que é ser “marrenta”?

Dizer que alguém é “marrenta” (o) pode significar diferentes circunstâncias, tudo dependerá do contexto. Normalmente, ao dizer isso, o emissor pretende indicar que uma determinada pessoa é geniosa ou corajosa.

O que Significa “marrenta”
O que Significa “marrenta”

O que significa marrenta?

“Marrenta” é uma palavra comumente utilizada para designar uma pessoa corajosa e inflexível, isto é, que enfrenta o que for necessário para alcançar seus objetivos e que não abdica deles. Porém, esse termo também pode fazer referência a alguém convencido, esnobe ou ainda petulante.

Origem de marrenta

“Marra”, a expressão que originou “marrenta”, deriva do latim, como a palavra logradouro, resiliência, entre outras tantas, e indica uma ferramenta que normalmente é utilizada para cortar galhos de árvores.

Sinônimos de marrenta

Os principais sinônimos de marrenta são:

  • Audaz;
  • Segura;
  • Durona;
  • Valente;
  • Esnobe;
  • Ousada;
  • Atrevida;
  • Teimosa;
  • Irritadiça;
  • Geniosa;
  • Corajosa;
  • Inflexível;
  • Abusada;
  • Prepotente;
  • Conflituosa;
  • Complicada;
  • Presunçosa;
  • Autoconfiante.

Antônimos de marrenta

Os principais antônimos de marreta são:

  • Frágil;
  • Calma;
  • Flexível;
  • Covarde;
  • Indecisa;
  • Medrosa;
  • Insegura;
  • Tranquila.

Frases de menina marrenta

Conforme explicitado, a palavra “marrenta” pode ser aplicada em distintas situações; veja a demonstração de frases de menina marrenta abaixo.

  • “Lua foi apelidada de ‘guria marrenta’ por seus amigos, pelo fato dela nunca desistir de seus objetivos”;
  • “Cássia é sempre chamada de marrenta por não abrir mão de suas decisões”;
  • “João, marido de Ella, vive a dizer que sua esposa é muito marrenta quanto à decisão de não ter animais de estimação”.

Marrenta no ramo musical

Essa expressão é muito utilizada no campo da música e já foi usada em músicas de consagrados intérpretes e letristas. A Ana Carolina, cantora e compositora mineira, tem uma música chamada “Nega marrenta”, na qual ela utiliza “marrenta” no sentido de inflexível e geniosa.

O Edu Chociay, cantor sertanejo, também utilizou o termo “marrenta” em uma de suas músicas; nela, ele emprega essa expressão para se referir a uma garota presunçosa e teimosa.

  • Confira o significado de Peculiar.

Marrenta – um adjetivo

Classificação gramatical de marrenta:

Adjetivos são quaisquer palavras que indiquem um aspecto, que pode ser negativo ou positivo, de um substantivo; na ordem da frase, o adjetivo sempre está situado ao lado do nome.

A expressão “marrenta” é um adjetivo derivado explicativo; derivado, pois ele se origina de outra expressão; explicativo, porque ele faz referência a uma característica que não é própria do nome, isto é, que não é obrigatoriamente um aspecto desse substantivo.

Flexões de marrenta

Os adjetivos, tal como os substantivos, são palavras variáveis; eles sofrerão flexões de grau, de gênero e de número, sempre concordando com o nome em questão.

  • Flexão de grau: tem o intuito de intensificar, de atenuar ou de comparar algo. Por exemplo: na sentença “uma menina muito marrenta”, há uma intensificação do adjetivo, aderindo a ele uma ideia de exagero;
  • Flexão de gênero: promove a concordância entre os gêneros – masculino ou feminino – do substantivo e do adjetivo. Por exemplo: “marrenta”, que é uma variante feminina, deve ser masculinizada quando o substantivo tiver gênero masculino;
  • Flexão de número: promove a concordância entre os numerais do adjetivo e do nome. Por exemplo: se o substantivo de uma frase for “garotas”, o adjetivo “marrenta” deve assumir sua forma pluralizada “marrentas”, para que, desse modo, ele concorde com o nome.

 

Significado de Maçonaria

O que Significa Maçonaria?

O que é Maçonaria

A Maçonaria é conhecida como uma sociedade discreta, onde todas as suas ações são exclusivamente reservadas a todas as pessoas que participam, é considerada uma sociedade universal, cujo seus membros cultivam e acreditam na humanidade e bi-classismo.

A maçonaria também acredita nos princípios de democracia, fraternidade, liberdade e pleno aperfeiçoamento intelectual. Essa sociedade admite que todos os homens são seres livres e possuem em seus ensinamentos os bons costumes, é uma sociedade que não faz distinção de raça, posição social, visão política ou até mesmo religião.

A única exigência da maçonaria é que o candidato busque sempre a perfeição e tenha um espirito filantrópico, os maçons são autônomos, designadas por lojas, oficinas e atelier, é uma sociedade que presa a honra e os direitos.

O que Significa Maçonaria?
O que Significa Maçonaria?

História dos Maçons

A palavra maçonaria vem de origem francesa, seu significado é “construção”, em francês, já a versão em português vem o termo maçom, que significa “associação de pedreiros”.

Para fazer parte da sociedade maçônica não basta a auto-proclamação, é obrigatório que o interessado (a) seja iniciado e convidado por outros maçons, além de todos esses requisitos é preciso que o indivíduo (a) cumpra uma seria de obrigações e juramentos, seja elas de caráter simbólico ou esotéricas, onde o maçom deve estar integrado em uma loja.

Igreja Maçônica
Igreja Maçônica

A relação entre a maçonaria hoje não é clara, para algumas pessoas ela está relacionada a satanismo ou grupos misteriosos, porém ainda não há hoje provas concretas que comprove essa relação.

Origem da Maçonaria

A loja maçom surgiu através de uma sociedade secreta e misteriosa vinculada a liberdade do iluminismo e ideias do laicismo, originalmente era uma sociedade que chegou no século XVII, a mesma se apoia em fundamentos míticos-alquímicos e na filosofia natural, é uma cultura presa a simbolismo dos signos e dos números.

A maçonaria tem um vínculo forte com a construção, com os emblemas, objetos de culto e os rituais, grau de mestre, aprendiz e companheiro. As grandes lojas maçônicas surgiram na Inglaterra no ano de 1717, onde a mesma se unia a quatro lojas londrinas.

O líder eleito pelos os maçons, era conhecido como “Grão-Mestre”, o mesmo era aberto a todas as crenças religiosas, com o tempo a religião maçônica se transformou em um espetáculo da filosofia das luzes, é muito depressa se espalhou por todo o continente europeu.

Loja Maçônica da Inglaterra
Loja Maçônica da Inglaterra

Logo no final do sex XVIII já existia mais de 700 lojas em toda a França, composta por grande quantidade de membros bastante influente na época, em 1738 e 1751 a maçonaria foi proibida pelo o Papas Clemente XIII e Bento XIV.

Maçonaria X Política

A maçonaria não tem uma clara influência política, apesar de ser bem clara a sua influência com Benjamin Franklin e George Washington. Os principais maçônicos se refletem na época da declaração da independência dos estados unidos, na época até mesmo a revolução francesa usou a religião maçom para ter o lema “Liberdade, igualdade e fraternidade”.

Apesar do significado não fazer muito sentido a palavra maçonaria está ligado a arte ou trabalho do pedreiro.