Ledo Engano

Significado de ledo engano

Ledo engano é uma sentença empregada quando se deseja indicar um erro, cometido de maneira não intencional, que resultou em uma surpresa prazerosa, agradável.

Ledo Engano
Ledo Engano

Origem de ledo engano

Como diversas outras expressões que são ou que já foram empregadas no cotidiano, “ledo” é um adjetivo derivado do latim, o qual equivale a outras palavras apreciativas, tais como alegre e sorridente; portanto, “ledo engano” pode ser traduzido como “imprecisão feliz”.

Como essa e outras tantas palavras, mais uma dela que deriva do latim é a expressão carpe diem, veja sobre.

Acredita-se que o poeta português Luiz Vaz de Camões tenha sido o precursor na aplicação de ledo engano em um texto, já que o primeiro registro escrito que se tem da palavra é na obra “Os Lusíadas”, de autoria do poeta.

Sinônimos da palavra

Como “ledo engano” é constituído por um substantivo e um adjetivo, é natural que os seus sinônimos, em sua maioria, sigam a mesma regra e também sejam constituídos por duas palavras. Veja algumas destas construções:

  • Equívoco feliz;
  • Descuido alegre;
  • Imprecisão exultante;
  • Desatenção agradável.

Antônimos

Os antônimos de ledo engano seguem a mesma lógica anteriormente descrita, sendo compostos por duas palavras. Destas composições, as principais são:

  • Deslize infeliz;
  • Erro consternado;
  • Desacerto descontente.

Exemplos de frases com ledo engano

Veja, logo em seguida, a exemplificação de três frases que são construídas com ledo engano.

  • “O principal site de meteorologia do Estado de São Paulo anunciou que durante o feriado prologado teriam chuvas abundantes e baixas temperaturas. Ledo engano, os dias foram marcados pelo tempo aberto e pelo calor. ”;
  • “Rafael entristeceu-se ao notar que sua viagem já programada teria que ser adiada por causa da recuperação de matemática. Ledo engano, o professor lhe deu os décimos dos quais ele precisava para passar direto. ”;
  • “Como Cristina pensava que todos se esqueceriam do seu aniversário, ela teve um ledo engano quando seus familiares e amigos organizaram uma festa surpresa para ela.”.

“Ledo” como substantivo

Como explicitado, “ledo” é um adjetivo, ou seja, uma palavra que caracteriza um substantivo. Entretanto, com a popularização da sentença ledo engano – o que ocorreu durante o século passado –, muitas pessoas passaram a utilizar o termo ledo como substantivo próprio.

O normal era que as meninas fossem nomeadas de Leda, enquanto os meninos recebessem o nome Ledo. Os pais que davam essas denominações aos seus filhos geralmente o faziam por conta do significado da expressão, representando está uma forma de pressagiar alegria constante às crianças.

“Ledo engano” e o seu uso errado

É bastante comum que muitos indivíduos utilizem “ledo engano” a fim de indicar quaisquer equívocos que sejam cometidos despropositadamente, independentemente se as consequências geradas destes erros são positivas ou negativas.

Entretanto, a expressão deve ser empregada apenas para descuidos que resultem em situações alegres, tais como as citadas nos exemplos explanados, sendo quaisquer outras utilizações consideradas incorretas.

 “Ledo Ivo engano”

Outro erro comumente cometido pelas pessoas é considerar “ledo Ivo engano” e “ledo engano” como sentenças sinônimas, quando, na realidade, a primeira não é considerada válida. “Ledo Ivo engano” apenas se popularizou por conta de uma brincadeira entre Lêdo Ivo – jornalista e escritor brasileiro – e um de seus amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *