O que Significa Ajayô

O que é Ajayô

Durante o Brasil colonial, a quantidade de escravos negros, provenientes da África, que desembarcavam no país era grande e eles acabaram trazendo consigo os costumes de suas comunidades, dos quais muitos se incorporaram à cultura brasileira, ainda em formação. Uma das principais heranças do povo africano ao Brasil foi o candomblé, o qual tem muitos aderentes no país. Apesar de não ser uma das religiões mais famigeradas e ainda sofrer muito preconceito, são muitos os elementos dela que estão incutidos nos costumes dos brasileiros, tal como a palavra ajayô.

O termo popularizou-se principalmente quando o artista Carlinhos Brown participou de um programa de uma das principais emissoras televisivas do país e o utilizou no decorrer dos episódios. Veja a seguir o significado e a origem da expressão.

Ajayô

Ajayô

O que Significa Ajayô

Ajayô equivale à expressão “se Deus quiser” das religiões europeias, tais como o catolicismo e o protestantismo. Sua tradução literal é “sopro de saudação a Oxalá” e, portanto, é normalmente usada com o intuito de saudar alguém.

Durante o carnaval, principalmente em Salvador – capital da Bahia, um dos estados do Brasil mais influenciados pelos costumes africanos –, a expressão “ajayô” é comumente escutada pelas ruas da capital, já que nessa época são frequentes os Afoxés – cortejos realizados principalmente pelos aderentes do candomblé.

Origem da Palavra

A expressão é originária das crenças africanas, como já explicitado, e tem o intuito de pedir proteção a Oxalá. Segundos tais credos, o Oxalá é o mais importante entre todos os Orixás e é o criador dos seres humanos; a entidade é cultuada em quase todas as religiões africanas e também simboliza a paz.

Carlinhos Brown – Ajayô:

Carlinhos Brown é um compositor, instrumentista e cantor brasileiro e tornou popular a expressão ajayô ao utilizá-la muitas vezes no The Voice Brasil, talent show transmitido pela emissora de televisão Globo.

Outras características do candomblé

Como já escrutinado, o candomblé adentrou no país com os negros que eram trazidos como escravos ao país. Porém, nesse período, a Igreja Católica descriminava, proibia e punia a prática das crenças africanas, logo, os africanos viam-se obrigados a exercer seus credos de forma escusa.

Candomblé

Candomblé

No candomblé, os Orixás são as entidades cultuadas. Cada deus africano possui distintas aptidões e personalidades; além disto, a cada deus é realizado um ritual diferente. Segundo as crenças, cada recém-nascido é escolhido por um Orixá, que pode incorporá-lo, caso seja necessário.

As cerimônias do candomblé são normalmente realizadas em terreiros e devem ser executadas por uma mãe ou um pai de santo. Os rituais são regidos por danças e cânticos; a intenção dos últimos é fazer com que os participantes sejam incorporados por seus Orixás.

Um dos equívocos mais cometidos é a confusão feita ao igualar o candomblé à umbanda. Todos os Orixás são considerados espíritos da natureza e são apenas estes que os integrantes do candomblé incorporam. Já na umbanda, seus participantes recebem os espíritos desencarnados.

Outras palavras africanas incutidas na cultura brasileira

Além de ajayô, são diversas as outras palavras impressas no vocabulário brasileiro que são derivadas dos costumes africanos, dentre as quais, as que mais se destacam são:

  • Capoeira: movimento que engloba esporte e música;
  • Dengo: serve para designar teimosia ou algum gesto carinhoso;
  • Mamulengo: teatro feito com fantoches;
  • Matuto: serve para designar pessoas desinformadas;
  • Quitute: alimento requintado, delicado;
  • Samba: estilo de dança afro-brasileiro.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

4 Comments - Add Comment

Reply